A História de Punta del Diablo.




Punta del Diablo é um povoado costeiro uruguaio. A maior parte dos moradores é de origem uruguaia, esses moradores em geral são pescadores ou artesãos. Localizado no departamento de Rocha, a 45 km da fronteira com o Brasil no Chuí. Está localizado na área de La Angostura entre o Oceano Atlântico e a Laguna Negra e a poucos quilômetros do Parque Nacional de Santa Teresa.

Em 1935, uma família chamada Rocha mudou-se para o local porque um de seus filhos sofria de asma e havia sido recomendado que se instalassem no litoral para recuperação do menino. Lá eles construíram sua fazenda, tornando-se os primeiros colonos do local. Mais tarde, por volta de 1942, começaram a chegar temporariamente pescadores de Valizas, que viam na pesca do tubarão um negócio lucrativo, já que se extraía óleo com o fígado, que exportavam. Sem acessos nem estradas, a única forma de chegar lá era de carro, o que foi difícil porque as dunas, pela ação do vento, dificultavam o acesso.




Em 1949, a Hostería del Pescador foi construída entre a Rota 9 e a ponta, um caminho que ligava a rua à pousada. Também de lá e em direção ao ponto, as viagens continuaram de carro, até que em 1968 foi feita a estrada de acesso à Punta del Diablo. As esposas dos pescadores começaram a fazer artesanato com materiais locais (conchas e estrelas do mar, pedras, madeira, cerâmica, etc.). Com o passar do tempo e a chegada de turistas, foi criada uma feira de artesanato.

O nome da cidade tem origem em uma abreviatura. Os nomes originais da cidade são Aldea del Mar e Santa Teresa de la Coronilla. Entretanto, em meados do século XX passou a chamar-se "Cerro de Los Pescadores de la Punta del Diablo" porque muitos dos pescadores de Valizas que ali viviam provinham do lugar geográfico com esse nome, que se encontra na localidade de Rochense.




Características


As suas praias ocupam cerca de 10 quilómetros de costa, sendo a Playa de los Pescadores a mais conhecida e caracterizada pelos barcos de pesca artesanal, que se aproximam da praia para oferecer aos visitantes o peixe do dia. A Playa de la Viuda, localizada ao sul, e a Playa del Rivero, ao norte, são adequadas para o surfe, enquanto que a la Playa Grande (mais ao norte) separa Punta del Diablo do parque nacional de Santa Teresa. Sua população permanente é de 823 habitantes (censo de 2011), principalmente formada de pescadores e artesãos. No verão, torna-se um dos principais destinos de férias dos jovens uruguaios, recebendo grande afluência de turistas argentinos, brasileiros e europeus. Punta del Diablo conta com agências de transporte (que atualmente podem levar os turistas à entrada do povoado), bares, camping, farmácias, escolas de surf, peixarias, hotéis, pousadas, delegacia de polícia e barracas de artesanato. É reconhecida e apreciada pelo seu traçado urbano original. Visitantes de todos os lugares vêm para ver a forma única de organização arquitetônica de suas fazendas, assim como as maravilhosas praias em volta.


Os locais turísticos mais próximos são a área costeira-marinha protegida de Cerro Verde, um ponto rochoso elevado coberto por vegetação e localizado na jurisdição do Parque Nacional de Santa Teresa, o Parque e Fortaleza de Santa Teresa, o balneário La Coronilla, a cidade de Chuy, o Forte de San Miguel e o balneário La Esmeralda. As tartarugas verdes, antigos animais marinhos em perigo de extinção, habitam as águas de Punta del Diablo.


Presente


Atualmente, Punta del Diablo tem sido atração turística como nunca antes. As praias, os locais, as bebidas e o ambiente, geram grande sentimento de aconchego aos visitantes. Punta del Diablo chama a atenção dos gaúchos brasileiros, dos argentinos e muitas vezes de turistas europeus que fazem mochilões pelo Uruguai. Dentre os europeus, que acabam passando por nossas casas e também por Punta del Diablo, se destacam, espanhóis, franceses, italianos e alemães. Basicamente no verão Punta del Diablo deixar de ser apenas um pequeno povoado de pescadores uruguaios, se transformando em um vilarejo cosmopolita e animado. Apesar de que com a Pandemia nos últimos dois anos Punta del Diablo recebeu muitos turistas do próprio Uruguai, pois as fronteiras estão fechadas.

Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.