Como a Pandemia afetou viagens ao Uruguai


Moradores de Montevideo na rua durante a pandemia.

E Agora, como vou para lá?



Situação burocrática do Uruguai para realizar a viagem:


Durante a Pandemia do Coronavírus-19, o governo uruguaio conseguiu durante a primeira onda manter uma política de precaução com relação ao vírus efetiva, conseguindo manter o país em certa normalidade por um bom tempo. Com a segunda onda, a situação foi muito mais complicada devido às novas variantes do Covid-19, o que causou um aumento significativo nas mortes per capita do país.

Atualmente para viajantes dos Estados Unidos não é recomendada a entrada no país, de acordo com Departamento de Estado Americano, é também recomendado que viajantes americanos carreguem sempre um valor em espécie menor de 10.000 U$D, na entrada e saída do país, caso contrário pode ser confiscado pela aduana uruguaia, além disso é preciso passaporte, com pelo pelos uma página em branco por inteiro para o carimbo na aduana, o passaporte necessariamente deve estar válido ao entrar no país e por fim não é necessário . Para viajantes brasileiros a situação é mais complicada, pois não estão abertas as fronteiras para brasileiros, sejam vias terrestres ou vias aéreas.





Mas quem pode visitar o Uruguai então?


Por enquanto - embora haja um vislumbre de esperança no horizonte. O Uruguai anunciou em novembro que permanecerá fechado para turistas até março de 2021, o que significa que toda a temporada de verão estará perdida. E com o vírus já se alastrando pelo país, ainda não há sinal da abertura das fronteiras.

Depois que as fronteiras foram fechadas até para residentes em janeiro, as coisas agora voltaram a ser como antes: somente cidadãos uruguaios e residentes permanentes podem entrar no país, bem como aqueles que viajam para reunificação familiar, diplomatas, caminhoneiros ou aqueles que viajam para para fins comerciais urgentes, que devem solicitar antecipadamente a permissão para entrar. Os navios de cruzeiro só podem atracar em Montevidéu para abastecimento de combustível e comida - os passageiros não podem desembarcar.

Houve relatos no início de março de que o país poderia abrir suas fronteiras aos visitantes que foram vacinados ou que já tiveram o vírus. Embora o turismo doméstico seja permitido. Agora, com as taxas de infecção disparando na segunda onda, não há sinal de que as restrições diminuam no horizonte.


Sobre como nós do La Amistad estamos procedendo durante a pandemia.


Apesar de todas essas dificuldades para os turistas que não são do Uruguai, ainda há tempo e logo que isso passar poderão voltar a se hospedar conosco e será o nosso grande prazer recebe-los novamente. Nós do La Amistad estamos totalmente abertos para uruguaios que tenham interesse em passar um tempo em nossas instalações, aproveitando a praia de Punta del Diablo, tomando um mate na sacada ou uma cerveja, fazendo uma parrilla com o nosso querido gerente Hector, claro que com as devidas precauções. E para os uruguaios que forem aproveitar passar um tempinho conosco, o ambiente é bem relaxante e ajuda a esquecer um pouco do estresse da rotina urbana e as constantes preocupações com infecção pelo Vírus. Quando aos nossos queridos hóspedes antigos que sempre nos visitam mas não são uruguaios, lembrem-se isso uma hora vai passar e todos poderão voltar a passar momentos de tranquilidade novamente conosco.

Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.